Apesar de todos os pesares e com várias adaptações, o Oscar 2021 aconteceu nesse último final de semana.

Normalmente o Oscar acontece próximo a data do nosso Carnaval aqui no Brasil e esse ano foi realizado dia 25 de abril.

O Oscar mudou várias regras este ano, mas uma tradição permaneceu intacta: a bolsa de brindes.

Na maioria das festas e comemorações que frequentamos, é comum recebermos uma um mimo, uma caixinha, uma sacolinha com algumas coisinhas dentro.

Porém, no caso do Oscar, dizer que é uma lembrancinha é singelo demais, já que o valor dos itens passa de 200 mil dólares.

Porém não são todos os convidados que recebem.

Por quase 20 anos, os 25 indicados para melhor ator, atriz e diretor recebem uma sacolinha de produtos e vouchers para viagens e serviços exóticos de marcas que esperam alguma exposição dessas celebridades na mídia. Este ano, o pacote “Everybody Wins” foi entregue aos indicados por um serviço especial de delivery para seguir os protocolos de segurança da pandemia.


A Distinctive Assets, empresa sediada em Los Angeles que monta as sacolas de presentes do Oscar, diz que escolheu mercadorias com temas que tenham referência ao ano de pandemia.

“Queríamos que as sacolas parecessem ter um propósito maior do que apenas ‘aqui está uma sacola cheia de coisas grátis’”, explicou Lash Fary, fundador da empresa de marketing, à Fortune.

“Todas as sacolas que temos feito são de empresas de propriedade de mulheres, empresas de propriedade de negros, empreendedores com deficiência e empresas que retribuem – mesmo aquelas que você nem pensaria necessariamente que retribuem.”


     


Segundo a publicação, a sacolinha deste ano tem valor estimado em US$ 205.000 (cerca de R$ 1,1 milhão), com muitos produtos e serviços voltados para a saúde e o bem-estar.


Incluindo terapia vitamínica para ressacas, um Cigarro Eletrônico de 24 quilates, pomada de cânhamo da Fifth Element para recuperação dos músculos no pós-treino, cápsulas para dormir que misturam CBD com melatonina, máscara especial para dormir e sessões de lipoaspiração para “braços de celebridades”. Há também estadias gratuitas em resorts deslumbrantes, especialmente no isolado Pater Noster Hotel da Finlândia.


Existem também itens mais comuns vistos em lembrancinhas tais como meias, vitaminas, biscoitos, velas e um caldo energético de potássio, um martelo de emergência para salvar cães presos em carros, um jogo, um Tractive, que é um localizador GPS e rastreador de atividades para animais de estimação, e o Muse S, um ​​rastreador de sono.


Além disso, a sacola tem um NFT, um token não fungível que dá autenticidade e exclusividade, a moda da atualidade.


A AdVenture Media e a Taillard Capital ofereceram uma chave digital que autentica uma peça de arte a ser leiloada, revertendo os lucros para uma instituição de caridade à escolha do candidato. Os fundos arrecadados com o leilão de um NFT em homenagem a Chadwick Boseman, ator que morreu em agosto, aos 43 anos, beneficiarão fundações que lutam contra câncer de cólon.


Foi um ano de bastante inclusão e diversidade.


Fonte:
http://www.circolare.com.br