Um caminho que eu achei que iria trilhar assim que terminasse minha carreira como jogador de futebol era o de ser treinador. Fui um privilegiado no futebol. Joguei nos grandes times do mundo, joguei com e contra os melhores jogadores do planeta e fui treinando pelas grandes mentes da minha geração.
Porem um telefonema, uma mensagem, um e-mail pode mudar completamente um plano de vida e de carreira. Aconteceu com você? Olha, acontece comigo com frequência.
Ja ouvi muito que devemos sempre estar planejando nosso futuro para que possamos processar as idéias de como administrar o sucesso, o fracasso, estar preparado e como reagir.

Segurança.

No passado a idéia era estudar muito, se formar, ter um emprego ou uma empresa e construir um plano longo de carreira, um caminho. Bom, ainda é, mas também muita coisa mudou.
Dentro de tudo que eu ja estudei desde encerrei minha carreira como jogador de futebol profissional em junho de 2011, e não foi pouco, me atraí pela idéia de estar sempre preparado para a oportunidade. E isso eu trago desde que eu me conheço por gente.
Tenho licença de treinador de futebol, estudei psicanalise, administração, finanças, marketing, vendas, storytelling, apresentação, conversação.
Aprendi que somos o soma de todas as nossas experiências. E podemos dar um upgrade nelas quando entendemos e buscamos aprender com isso. Experiência.
Acredito que em geral errei mais do que acertei. Me equivoquei em muitas tomadas de decisões. Muitas delas importantes na vida pessoal e na vida profissional. Mas a vida sempre me proporcionou recomeçar e sempre por caminhos misteriosos.

Aprendizados.
Tenho 44 anos. Já conheci mais de 55 países. Já fui em zona de guerra. Ja visitei um campo de refugiados. Conheci Nelson Mandela. Trabalhei na tv. Fui editor de uma revista. Fui diretor de academia. Trabalhei como diretor de marketing.
Ja fui enganado, passado pra trás. Ja investi errado. Fiz maus negócios e ja fui roubado por um sócio.

Caminhos.
Mas sou persistente, muito, e entendi que o processo de aprendizado passa pelo caminho da humildade. E saber do que sou capaz.
Sendo palestrante, procuro a melhor forma de inspirar e motivar as pessoas. Como empreendedor, minha disciplina é não se acomodar, enfrentar os desafios e estar atento ao cenário. Moldar e inovar.

Sendo palestrante, procuro a melhor forma de inspirar e motivar as pessoas. Como empreendedor, minha disciplina é não se acomodar, enfrentar os desafios e estar atento ao cenário. Moldar e inovar.

 

Como embaixador global do FC Barcelona, visto a camisa do clube e entendo o potencial da marca na hora de ser referencia mundial em excelência e conquistar fãs. E como diretor de global business do Cruzeiro EC preciso adaptar-me cada dia a situação econômica e esportiva do clube e também aos acontecimentos no mundo causados pela pandemia do novo coronavírus. A palavra aqui é resiliência.
E com a mesma diversidade que ouço Pavarotti cantando Nessum Dorma, ou Bill Evans tocando Skating in Central Park, ou U2 e Mary J. Blidge com a musica One, ou Illusionize com Take, ou Skank com Vamos Fugir… meus caminhos podem ser diferentes do que quero e/ou planejo ou desejo. O importante aqui é sempre estar preparado para fazer o melhor que esta ao meu alcance fazer.
E logo surpreender e me superar.

 

O mundo pode não ser do jeito que gostaríamos, mas podemos fazer dele um lugar melhor pra nós se entendermos que ele mesmo sendo desse jeito, acaba também sendo um ótimo lugar para buscarmos realizar aquilo que queremos.

 

Usando nossa experiência, nossos aprendizados e nossa vontade de nos superar. Na raça!


E por falar em caminho, meu momento como treinador no futebol vai chegar.