É maravilhoso acompanhar os progressos e novidades na vida de amigos e conhecidos. Minha história com a querida Nóia Carolina começou quase que a mesma idade que tem o shopping, quando virei cliente de sua joalheria no Cidade Jardim.

A loja fechou, reabriu como uma loja multimarcas de rua no bairro do Morumbi, depois foi para a Lorena nos Jardins onde o Trendy trabalhou no ano passado.

Morando entre o Uruguai e São Paulo, Nóia me contou há meses que estava trazendo uma franquia de uma creperia de grande sucesso em Punta del Este. Já começaram com duas unidades, uma de rua nos Jardins na Alameda Itú e outra na praça de alimentação do Shopping Iguatemi.

Esqueçam qualquer tipo de crepe que já comeram. As crepeiras são importadas e fazem toda a diferença para alcançar uma unifirmidade na crocância do crepe em toda a sua extensão. A receita da massa ganhou uma pequena adaptação no Brasil, leva mais queijo, e se mantém crocante em todas as mordidas que você dá.

Os sabores? Um ou outro trivial e conhecido mas todos os outros, sejam doces ou salgados trazem uma irreverência e combinações perfeitas e harmoniosas. De opção vegetariana até cordeiro, existe uma gama que agrada a qualquer tipo de cliente.

Se você olhar a matriz em Punta e todas as outras unidades, elas são muito similares. O mobiliário é neutro pois nas paredes as pinturas se destacam, dão vida e jovialidade ao local.

O artista  se chama Julio e por mais que as fotos passem perfeição, nada melhor do que estar pessoalmente e apreciar os detalhes de todas as obras.

A dona do Crepas é argentina e veio pessoalmente fazer o treinamento da equipe daqui de São Paulo. E aproveitando abro um parênteses para parabenizar a equipe que conheci na loja dos Jardins, extremamente simpáticos, sabem explicar tudo sobre os  crepes e dão sugestões e seguem todas as normas sanitárias necessárias.

“Crêpas” é o título do menu de degustação da casa. É uma história contada através de uma longa sequência de sabores. Uma encenação em que tentam e conseguem com louvor levar as experiências de um lugar além dos limites gustativos em que geralmente se conhece. É a cozinha, transformada em uma nova experiência, que dialoga com arte, música, design e moda, intervindo espaço e tempo, para que cada mordida agite os sentidos, reflexão, memória e sentimento.

Essa viagem chamada Crepas conta a história de duas cidades distantes que o destino inexoravelmente liga. É a história das viagens e das gerações que, por diferentes razões, decidem emigrar para o Uruguai e a partir daí começam um abraço fraterno de integração cultural que pouco a pouco deu vida a um novo mundo da memória argentina e do coração uruguaio.

Durante cada um de nossos crepes, a música, a decoração e a atmosfera que acompanha a experiência, eles nos contarão sobre aqueles momentos marcantes que definem essa jornada da vida.

Fui até lá na semana passada, foi minha primeira experiência em São Paulo em restaurante desde março e posso dizer que comecei com o pé direito.

 

A casa é versátil, além de restaurante pode abrigar eventos, lançamentos, e é tão agradável, especialmente sua varandinha que pode virar um lugar para tomar um drink, marcar reuniões, agendar um cafezinho degustando o melhor crepe do mundo.

 

Dani Mollo
/daniela.mollo.7
@danimollo

Fonte:

www.crepas.com.uy

Instagram:

Artista que fez as artes na casa: https://instagram.com/molinas.art?igshid=18yzwf29c32mq 

Crepas: https://instagram.com/crepasbr?igshid=4ujji59809sd 

https://instagram.com/crepasart?igshid=1rh9jus3qyygl