A menopausa não é uma doença, porém para algumas mulheres é como se fosse. Isso porque os efeitos da natural redução de produção de estrogênio, hormônio produzido pelo ovário, são sentidos com grande intensidade.

Eu posso falar por mim, pois entrei na menopausa aos 42 anos, ou seja, há 6 anos atrás. Senti de forma imediata praticamente todos os sintomas que a menopausa causa.

Primeiro veio o cansaço, que ao subir um lance de escadas eu já estava ofegante.

Em seguida a insônia, logo eu que sempre dormi super bem, acordava às 3 horas da madrugada pontualmente, molhada de suor e não conseguia pegar mais no sono. Como sempre acordei muito cedo, o sono vinha perto do despertador tocar e eu me arrastava o dia inteiro.

Por fim comecei a sentir uma fome descomunal, eu tinha vontade de comer o batente da porta, kkkkk, logo eu que sempre fui muito controlada e equilibrada nesse sentido.

A baixa da libido e o ressecamento vaginal vieram na sequência, ou seja, me senti descendo ladeira abaixo e sem freio.

O que fazer??? Sentar e chorar??? Não iria adiantar

Assim que percebi que algo estava errado, procurei meu endocrinologista que solicitou vários exames, onde foi possível constatar a queda de todas as minha taxas hormonais. Eu estava na tão temida menopausa.

Os efeitos são devastadores para vida da mulher.

 

Muitas mulheres acham que tudo isso é normal e que temos que simplesmente passar por isso e conviver com todos os sintomas.

 

Eu não penso assim.  Não sou o tipo de pessoa que se conforma com a primeira negativa que aparece. Penso que para tudo há um jeito, uma alternativa.

Hoje em dia a medicina está muito evoluída e está aí para que possamos usufrui-la e viver melhor.

Foi aí que iniciei meu tratamento e junto com meu medico optamos pela reposição hormonal. Esse tipo de tratamento é conhecido como a abordagem mais eficiente para tratar os sintomas da menopausa, porém é muito polêmico e divide muito as opiniões.

Assim que iniciamos, levou cerca de um mês para começar a sentir um grande alivio, quando percebi que meu organismo estava voltando ao normal. Porque é exatamente isso que acontece quando entramos na menopausa, nosso organismo para de produzir os hormônios necessários e quando repomos aquilo que o corpo sozinho não tem mais condições de produzir, tudo volta a funcionar de forma equilibrada novamente.

O principal é que você se consulte com um médico de sua confiança, seja um ginecologista ou endocrinologista.

A reposição hormonal é fantástica, pelo menos no meu caso tem sido muito eficiente, porém deve ser feita somente com acompanhamento médico.

Algumas mulheres não podem fazer a reposição, nesses casos, existem terapias alternativas.

O importante é que você saiba que existe sim tratamento e que você não precisa passar o resto da sua vida sofrendo, nem tampouco achando que é normal conviver com todos esses sintomas.

Se você estiver passando por esse momento, consulte seu medico, inicie seu tratamento e volte a ser feliz.