Participei do seminário Portugal Inova na Unibes Cultural no bairro de Pinheiros em São Paulo e tive a oportunidade de mais uma vez escutar e aprender mais sobre o FREEDOMEE, você sabe o que é?
 
Primeiro, gostaria de mostrar o contexto desse evento para depois explicar a beleza do FREEDOMEE.
 
Portugal está se tornando um dos destinos preferidos dos brasileiros não apenas para visitar nas férias, mas para estudar, viver e investir. Com o objetivo de divulgar o ambiente inovador, a capacidade criativa da economia portuguesa e dar a conhecer as oportunidades de negócio locais, o evento PORTUGAL INOVA promoveu no dia 11 de junho, no Unibes Cultural uma programação exclusiva de palestras.
 
 
 

Portugal não se resume ao destino turístico e ao país de origem dos excelentes azeites, vinhos e bacalhau; não é apenas o Web Summit que destacou o ambiente favorável à inovação e ao desenvolvimento tecnológico. Portugal é o país onde a tecnologia e a inovação tem se aliado para criar uma enorme oferta de produtos e de serviços que ganham prêmios de qualidade e de excelência pelo mundo, mesmo nos setores considerados mais tradicionais, como o têxtil e artesanato, bem como na moda, no design, na tecnologia e na indústria em geral. Para compartilhar essa realidade, o seminário apresentou ao público brasileiro as componentes inovadoras da economia e das empresas portuguesas. O Seminário Portugal INOVA tinha como objetivo principal que o público brasileiro ampliasse e melhorasse a percepção do país

 

Comenta Fernando Carvalho, Diretor da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal no Brasil.
 
….
 
Pela primeira vez no Brasil, o PORTUGAL INOVA foi constituído por quatro painéis, reunindo 8 palestrantes portugueses e 4 brasileiros que apresentaram conteúdos relacionados aos setores da indústria agro-alimentar, bebidas, moda, lifestyle, indústria 4.0, startups e aos novos desafios colocados pela exploração do Mar. Estas são algumas das áreas mais inovadoras e dinâmicas da economia portuguesa, sendo responsáveis por mais de 75% do produto interno de Portugal.
 
E nesse atmosfera super positiva, cheia de prosperidade e inovação que a palestrante e minha querida amiga Francesa Giobbi apresentou a plataforma.
 
….
 
 
FREEDOMEE é uma plataforma de conexão para os micro-empreendedores da moda venderem seus trabalhos manuais com dignidade e rentabilidade. A indústria da moda é a sétima da economia global e gera muitas oportunidades para mulheres pelo mundo e o FREEDOMEE acredita que a liberdade financeira é um instrumento que liberta as mulheres em vários aspectos.
 
Ele foi criado após 4 anos de trabalho com o Fashion for Better, que capacita pessoas a desenvolverem e aprimorarem habilidades manuais. O projeto começou em 2015 quando Francesca retornava da Índia para o Brasil e nessa viagem se deparou com uma triste realidade: a mesma mão de obra utilizada para o mercado de luxo era a mesma para o mercado popular onde a artesã começa a trabalhar aos 13 de anos para pagar o dote de seu casamento arranjado, não tem voz para decidir sobre a sua vida amorosa e precisa trabalhar de forma desumana para ganhar 70 dólares por mês. Com esta triste realidade, Francesca voltou ao Brasil e conheceu uma outra amiga minha, a querida Cerenebeth Ferreira.
 
….
 
 
A partir desse encontro, ambas começaram a desenvolver o trabalho de capacitação para suprir a demanda de alguns clientes que queriam produtos feitos com detalhes de artesanato aliados a qualidade. Foram se conectando com donas de casa e estudantes que sabiam fazer crochê, macramê, tricô, bordados, renda renascença, costura etc. Juntas criaram peças luxuosas e fomentaram o micro empreendedorismo.
 
Depois se conectaram com designers e grupos de artesãos que dominavam algumas destas técnicas, aprimoraram e deram origem a mais produtos com design. Porém somente a capacitação não era o suficiente e relevante sem ter a vazão comercial. Então Francesca, com sua experiência comercial adquirida através da área comercial da Prada, Gucci, Sergio Rossi, Versace e Armani na Itália, decidiu unir a indústria como um todo para obter impactos sócio ambientais positivos dentro da indústria da moda. Um grande desafio, mas nada é impossível para essa dupla dinâmica e seus colaboradores.
 
FREEDOMEE será um diretório de moda e beleza de impacto positivo e será a janela, uma vitrine para as marcas, onde, artesãos, designers, estilistas, modelistas, costureiras, bordadeiras, fotógrafos, designers gráficos, modelos, jornalistas, donos de fábricas produtivas, donos de fabricas de matérias-primas, transportadoras, blogueiras que abraçarem de algum modo os 5 pilares da sustentabilidade FREEDOMEE poderão estar expostos para o mundo.
 
Logicamente que todos esses segmentos deverão passar pela validação de imagem do FREEDOMEE através de uma avaliação feita por um questionário online para assim estarem aptos para vender os seus serviços e produtos no marketplace da plataforma.
 
As idealizadoras e realizadoras da plataforma acreditam fortemente que a única forma de vencer o grande problema do desemprego e o advento rápido da automação e tecnologia é capacitando e investindo no microempreendedorismo.
 
E é por isso que Francesca nos últimos anos tem viajado o mundo desenvolvendo, aprimorando e agregando a esta solução que vai ser muito benéfica a indústria da moda como um todo. E como fazer isso? Valorizando a criatividade e bom gosto da mulher brasileira e integrando isso a indústria 4.0 global, onde a humanização da tecnologia de ponta como o sistema de blockchain, trabalha em prol do ser humano.
 

A CRIATIVIDADE SERÁ A MOEDA MAIS VALIOSA DO FUTURO, e nós brasileiras não podemos perder esta oportunidade de avançarmos junto da tecnologia.

 
Antes de continuar, acho válida a explicação dessas 2 expressões e o significados delas.
 
Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial é uma expressão que engloba algumas tecnologias para automação e troca de dados e utiliza conceitos de Sistemas ciber-físicos, Internet das Coisas e Computação em Nuvem.
 
E o que é blockchain? O blockchain surgiu em 2008 como uma explicação para as operações do Bitcoin. É uma tecnologia que faz registro de transações. Elas são colocadas em uma cadeia de dados que não pode ser alterada. Caso isso aconteça, há o comprometimento com segurança do sistema e invalida as transações. O resultado é uma cadeia única de dados onde as transações calculadas são armazenadas.
 
O receio de todos do FREEDOMEE, é que a indústria 4.0 volte com total força e a criatividade fique de fora, deixando muitas mulheres e homens sem oportunidades de ganhar dinheiro. A indústria 4.0 é fundamental mas sem a presença de processos manuais, ficaremos todos vestidos iguais e perderemos a nossa individualidade.
 
O lançamento dessa plataforma segura, sustentável e democrática será em setembro de 2019 em Los Angeles e Londres com marcas de diferentes países. E a notícia maravilhosa é que o FREEDOMEE está prospectando marcas brasileiras para iniciar as capacitações aqui no Brasil e levar as artesãs brasileiras, modelos, fotógrafos, vendedoras e etc… a monetizarem seus produtos e serviços no Brasil e no mundo em prol de uma indústria da moda com impacto sócio ambiental positivo. E além da área produtiva os profissionais contarão com o suporte da área comercial e de marketing dentro da plataforma FREEDOMEE e em uma plataforma como esta, o ser humano é visto, valorizado e encontra oportunidades.
 
Resumo: FREEDOMEE é uma plataforma de tecnologia da moda, compreendendo soluções para diretórios, mercados e cadeia de suprimentos. Foca na solução dos maiores desafios da indústria de moda de US $ 3 trilhões:
 
….
 
  • Tratamento ético dos trabalhadores da indústria;
  • IP, questões falsas da cadeia de fornecimento;
  • Meio ambiente e sustentabilidade
  • Concorrência ilegal e falta de rentabilidade da indústria.
FREEDOMEE usa a tecnologia blockchain AI e DLT para resolver os problemas e desafios que representam 2% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial na agenda dos consumidores, designers, players da indústria da moda e produtores de hoje, além do final dos compradores da cadeia.
 
Parece mais complicado do que é e muito bom para ser verdade, mas é real e estamos a poucos meses do lançamento.
 
 
Mais informações:
www.freedomee.com
@freedomee_ @fashionforbetter
 
 
Dani Mollo