A Bulgari anunciou um novo hotel que vai dar o que falar em Roma.

O Bvlgari Hotel Roma ocupará um edifício que foi construído entre 1936 e 1938 com base num projeto do arquiteto Vittorio Ballio Morpurgo.

O edifício que tem à sua frente dois dos mais emblemáticos marcos romanos, o Ara Pacis e o Mausoléu de Augusto, o primeiro Imperador Romano, revela uma arquitetura monumental e moderna que usa  materiais e cores romanas tradicionais, como o mármore ocre Travertino e o tijolo vermelho queimado.

Quanto aos outros Hotéis Bvlgari no mundo, o escritório de arquitetura italiano Antonio Citterio Patricia Viel será responsável tanto pelo projeto arquitetônico como pelo projeto de interiores do novo Bvlgari Hotel Roma, que contará com mais de 100 quartos.

O hotel de luxo incluirá também um spa de luxo com piscina interior, e uma academia de última geração, oferecendo o método exclusivo de treino da Bvlgari.

Como característica única, o Bvlgari Hotel Roma apresentará também uma Sala de Leitura contendo uma coleção de volumes preciosos dedicados à história da joalharia. Tal biblioteca será aberta aos hóspedes e ao público apenas por agendamento.

Destacando-se na fachada do edifício, no topo de uma fonte esplêndida, uma inscrição em latim diz: “Este é o lugar onde a alma do Imperador Augusto voa pelo ar”.

Esta ligação única entre o novo Bvlgari Hotel Roma e a visão do Imperador Augusto será realçada com um design interior que equilibra o rigor das pedras utilizadas na Roma Imperial, detalhes poderosos e texturas ricas contrastando com a essencialidade arquitetônica do edifício.

Sendo Roma a cidade natal da Bvlgari , esta abertura será uma adição notável à Bulgari Hotels and Resorts Collection, que já conta com seis propriedades em Milão, Londres, Bali, Pequim, Dubai, Xangai e que será ainda  ampliada, entre 2020 e 2022, com inaugurações em Paris, Moscow e Tóquio.

A Bvlgari Hotels & Resorts, fundada em 2001, alcançou alguns feitos notáveis por ser a única coleção de hotéis de luxo italianos com destinos mundiais, e é de longe o maior grupo hoteleiro com a marca de bens de luxo com todas as suas propriedades líderes nos seus respectivos mercados.

Por ocasião do anúncio do projeto Bvlgari Hotel Roma, e para celebrar a sua inigualável constelação de hotéis e resorts únicos e exclusivos, a Bvlgari criou uma peça de joalharia especial, que reflete a extraordinária criatividade e perícia da lendária casa.

O Tubogas (literalmente inspirado em um tubo de gás dos anos 1920) é uma banda flexível com contornos arredondados produzidos sem solda. Desenvolvida durante a segunda metade do século 19, a técnica foi revivida pela Bvlgari na década de 1970, tornando-se uma das marcas registradas da label e é comumente vista nos relógios da coleção Serpenti.

É um colar de ouro branco com 10 pedras preciosas diferentes, cada uma delas cuidadosamente escolhidas, que celebram um dos destinos de luxo da coleção Bvlgari Hotels & ResortsÉ uma peça de alta joalheria, única, feita sob encomenda, com o valor definido de acordo com as pedras especificas que serão utilizadas – isso se dá devido à sua complexidade, motivo, pedras preciosas de altíssima qualidade e exclusividade, e seu valor é estimado em cerca de 50 milhões de euros ou, mais de 300 milhões de reais. 

Nele a Bvlgari também apresentou sua lapidação mais característica, o cabochon – mais polida do que facetada, essa brilhante lapidação cheia de monumentais curvas e  evoca as cúpulas de Roma. 

Fontes:

www.guiagphr.com.br

www.blogtaniamuller.com.br