A sustentabilidade é um assunto muito importante atualmente, e não se trata apenas de cuidar do meio ambiente, mas também de estarmos mais conscientes sobre o nosso consumo.

Empresas da indústria têxtil e da moda têm tido a preocupação de tomar medidas se tornem mais sustentáveis, adotando novas matérias primas ou desenvolvendo ações que assegurem que suas produções tenham menor impacto no meio ambiente já que é um dos setores que mais polui.

A Prada é integrante importante do time de marcas comprometidas com um futuro mais sustentável. Ela vêm tomando ações importantes que reforçam seu compromisso com a sustentabilidade, como recentemente ter abolido o uso de pele animal de TODAS as suas criações.

Anteriormente, a Prada vendia peles de vison, raposa e coelho. Todas as três espécies sofrem terrivelmente em fazendas destinadas à atividade, onde são confinadas durante suas curtas vidas em gaiolas de arame, nas quais sua existência é tão carente, monótona e estressante que os animais frequentemente apresentam sinais de automutilação e comportamento repetitivo.

O anúncio da Prada enviou para a indústria da moda e governos em todo o mundo uma mensagem clara de que os maiores nomes do meio estão abandonando a crueldade do uso de peles ao optar por produtos inovadores e alternativos.

Prada é uma marca italiana de moda, considerada um símbolo de luxo e status. No início de sua história, com o nome de Fratelli Prada, a famosa grife foi fundada em 1913 pelos irmãos Martino e Mario Prada.

Que já era reconhecido como artesão de bolsas desde aquela época.

A primeira loja tinha como endereço a Galleria Vittorio Emanuele II, um dos pontos mais visitados pela nobreza italiana

Suas peças luxuosas e exclusivas, manufaturadas com matérias-primas consideradas raras e elegantes, como couro de leão marinho.

Fizeram o nome Prada ser conhecido por toda a nobreza europeia.

A fama da grife foi tanta que em 1919, suas peças foram adotadas pela Família Real Italiana.

Coroando-a como a mais requintada e luxuosa de toda a Itália. 

Em 1977, a Prada não estava indo muito bem.

Foi nesse momento complicado que Miuccia Prada passou a comandar boa parte dos negócios da empresa. em 1913 em Milão, a grife era especializada em malas de viagem, bolsas e artigos de couro.

Com o nome de Fratelli Prada, a famosa grife foi fundada em 1913 pelos irmãos Martino e Mario Prada.

Que já era reconhecido como artesão de bolsas desde aquela época.

A primeira loja tinha como endereço a Galleria Vittorio Emanuele II, um dos pontos mais visitados pela nobreza italiana

Suas peças luxuosas e exclusivas, manufaturadas com matérias-primas consideradas raras e elegantes, como couro de leão marinho.

Fizeram o nome Prada ser conhecido por toda a nobreza europeia.

A fama da grife foi tanta que em 1919, suas peças foram adotadas pela Família Real Italiana.

Coroando-a como a mais requintada e luxuosa de toda a Itália. 

Em 1977, a Prada não estava indo muito bem.

Foi nesse momento complicado que Miuccia Prada passou a comandar boa parte dos negócios da empresa.

Enquanto ainda estava começando a entender o trabalho.

Um jovem comerciante que começava a prosperar no ramo de cintos e bolsas de couro, Patrizio Bertelli, entrou pelas portas de sua loja.

Dizem que poucas palavras depois, os dois se tornaram parceiros de negócio e, tempos depois, marido e mulher.

Miuccia Prada então assumiu os negócios da família em 1978, transformando a Prada numa lançadora de tendências e produtora de “conceitos”. A estilista, em sua juventude, participou de movimentos estudantis e quis trazer para suas coleções uma mulher inteligente, bem informada, ousada e inovadora, bem diferente do estilo feminino e sensual pregado pelo seu conterrâneo Gianni Versace.

Já faz um bom tempo que a Prada realiza ações sustentáveis, estabelecendo prazos para se adequar.

Cerca de oito milhões de toneladas de plástico entram no mar todos os anos. A realidade é que, futuramente, o mundo terá mais resíduos no oceano do que peixes. Porém, a consciência coletiva em torno dos malefícios deste descarte incorreto tem crescido.

Atendendo às demandas dos consumidores por uma resposta sustentável das marcas a esta realidade, a Prada lançou um projeto pioneiro: o re-nylon, que introduz uma linha sustentável de bolsas Prada icônicas executadas em um novo e exclusivo nylon regenerado, o ECONYL®.

Em novembro aconteceu um evento que a marca organizou que reuniu líderes de universidades, instituições, arte e da indústria da moda, que discutiram sobre as principais atitudes que estão sendo tomadas sobre o assunto nos últimos tempos.

Questões de liberdade, igualdade, justiça no ambiente de trabalho e a “natureza e o impacto de avaliações éticas nas escolhas e no comportamento social das pessoas” foram os principais tópicos.

A conferência foi organizada em parceira com as Escolas de Administração de Yale e do Politecnico di Milano, e teve início em 2017. As duas últimas edições foram intituladas “Moldando um futuro criativo” e “Moldando um futuro digital sustentável”.

 

E uma notícia que teve um grande impacto mundial foi a divulgação no último dia 05 de novembro que a PRADA assinou um empréstimo nunca visto na indústria da moda (e não é pelo seu estrondoso valor de 500 milhões de Euros ao longo de 5 anos) mas sim porque ele possui cláusulas de reduções de juros desde ligados diretamente a metas de sustentabilidade.

Estas cláusulas funcionam da seguinte maneira: a cada novo objetivo alcançado pela marca envolvendo práticas sustentáveis (como o número de lojas com o Certificado LEED Gold, com ambientes que aderem a práticas eco-friendly como diminuição da emissão de carbono e economia de energia), os juros anuais dos empréstimos diminuem.

Alessandra Cozzani, chefe financeira da marca explica:

Esta transação demonstra que a sustentabilidade é um elemento chave para o desenvolvimento do Grupo Prada cada vez mais integrado na nossa estratégia.

 

 

Dani Mollo

#TRENDY4U #TRENDY #DANIMOLLO #prada #sustentabilidade #marcadeluxo #grifeitaliana

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *