Oi, Pessoal, para quem me segue nas redes sociais sabe o quanto sou fã do Tennis, não apenas do esporte em si, mas tudo o que ele envolve. O Lifestyle dos jogadores, tipo de raquete, recordes etc. Desta forma gostaria de pedir licença aos nobres leitores dessa coluna maravilhosa e parabenizar o tenista RAFAEL NADAL pela sua 21 Titulo em um torneio do Grandslam, no Australian Open.

Nesse momento vocês poderiam me perguntar o que isso tem a ver com minha coluna TRENDY4YOU que fala sobre cirurgia plástica e beleza, certo!

Então, muitos leitores já ouviram falar do RAFA NADAL ACADEMY, situada em Maiorca na Espanha, onde crianças, adultos e até jogadores sêniores podem através de uma modica quantia de Euros, disfrutar de um fitness center de última geração, com coachs para melhorar seu desempenho nas quadras de Tennis. Devem também ter ouvido sobre o trabalho com os jovens carentes e o auxílio em seus estudos e futura carreira.

Agora o que me surpreendeu foi que o tenista, capitaneou nestes últimos 2 anos de pandemia global, junto com outros atletas a arrecadação de cerca de 11 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões) a fim de ajudar a Cruz Vermelha Internacional. Nesse projeto 1,35 milhão de pessoas foram beneficiadas.

A Cruz vermelha internacional, trabalha no mundo todo para reduzir as consequências humanitárias da violência armada na população das cidades, restabelece o contato entre familiares de migrantes, e apoia respostas ao sofrimento dos familiares de pessoas desaparecidas. Nesse trabalho promove também o DIREITO INTERNACIONAL HUMANITARIO e os princípios humanitários, nesses direitos encontra-se o tratamento de queimados graves, onde a CIRURGIA PLASTICA tem papel fundamental.

Outra curiosidade ê que em parte da minha formação atendi queimados graves no Hospital da Cruz Vermelha em São Paulo e percebi como um atendimento primário pode ser uma diferença crucial entre a vida e a morte.

Começo a entender que algumas pessoas vieram a esse mundo não apenas para fazer sua estrela brilhar, mas ajudar a outros seres humanos brilharem mesmo em condições adversas.

Termino essa coluna com uma reflexão,“ninguém ê tão pobre que não possa ajudar alguém e ninguém ê tão rico que não precise de ajuda”.

Parabéns Rafa! Além de fã agora virei seu admirador como ser humano!