Os sapatos não servem apenas para cobrir ou proteger os pés. Eles representam um estado de espírito, desejos, personalidades e sonhos femininos. A importância deste acessório é descrita até mesmo em contos de fadas. Quem se lembra de como um par de sapatos foi capaz de mudar a vida de Cinderela?

 
Criados na Pré-História com o objetivo de proteção, o sapato começou a ganhar status de diferenciador social através da História em Civilizações Egípcias, Gregas e Romanas. E, pode acreditar, o salto alto foi criado para os homens. Entre os séculos XVI- XVIII, os saltos eram objetos exclusivamente masculinos, um símbolo de ostentação e riqueza da Nobreza, que foi abolido com a Revolução Francesa.
 
Alguns fatos contam que foram “alguns” maridos que projetaram os sapatos de salto (não tecnicamente, mas conduziram a idéia) como forma de dificultar o deslocamento de suas esposas e assim, ter maior controle dos “seus passos”… (Jacobbi, 2009; Sassateli, 2007; Schor; Holt, 2000); A fonte está aí, para provar que eu não estou mentindo.
 
Mas porque o sapato é um acessório que ocupa lugar de tamanho poder, mesmo quando não nos referimos ao essencial, que seria a proteção de nossos pés, que são a base de nosso corpo?
 
De acordo com os Arquétipos da Psicanálise, o pé é um símbolo fálico (sexual) e sob este aspecto, os sapatos têm uma conotação erótica. Além do mais, os sapatos para as mulheres representam acessório associado à vaidade, à feminilidade, à moda e à atração sensual, daí a sua ligação com o Feminino. Imagine então quando o sapato tem um salto alto. ( E uma sola vermelha – Louboutin que o diga).
 
A imagem do salto alto está carregada de simbolismo. É um modelo de sapato que, simultaneamente e ironicamente, representa sexo e poder, mas também a opressão feminina.
 
Ao mesmo tempo que deixa a mulher se sentindo mais poderosa, mais confiante, mais sexy, mais feminina e MAIS ALTA, ele pode deixá-la desconfortável e com dor física. Mas é inegável que um salto alto tem o poder de valorizar uma roupa para um evento especial, mesmo que alguns estudos mostrem que o seu uso venha caindo desde 2010 com a busca pelo conforto. Em ambientes de trabalho mais formais, saltos menos altos, bicos mais quadrados e alguns modelos com saltos mais grossos ou na altura 5 ou 7 cm começaram a se tornar uma possibilidade não menos elegante.
 
Mas vamos direto ao que interessa. Com aquela receitinha de tudo um pouco, mixando o lúdico, o círculo-cromático e o seu gosto pessoal, a moda grita, mais uma vez, por conforto! 
 
Com salto, sem salto, o poder de escolher usar aquilo que você realmente gosta, é um número de opções infinito.
 
E qual será o modelo que escolheremos para enfrentar os dias de nossas vidas com muito equilíbrio? Fica aqui umas dicas dos queridinhos desta estação! Para você saber bem, por onde onda! 
 
1) Fazendo bico…. 
Back to work….  Na hora de voltar ao batente, quem aparece na parada, ainda que com saltos mais comedidos, é o bico fino! Alongadores e futuristas, eles voltam com mil saltos, para você escolher em qual andar quer chegar!!!!  
 
 
2) Chunky Boots 
Elas chegam com tudo, como se criassem um tapete imaginário… Com uma bota que te eleva às alturas, talvez a a gente não precise “pisar em ovos” nesta estação!    
 
                                         
Um salto confortável e protetor  que transmite muita força, elas  trazem modernidade e informalidade para seus looks.   A dica é criar equilíbrio com peças mais volumosas, para não atrair olhares apenas para os seus pés e criar uma silhueta mais harmoniosa. 
 
3) Oxfords com sola Chunky
Uma maneira de chegar às alturas com conforto, os oxfords “pesadões” transmitem uma mensagem de força e de muito estilo. Minha dica? Use se você gostar, se não está a sua altura, passe para a próxima “Trend”. 
 
 
4) Chinelo chique… 
Projetados com todo o conforto dos chinelos de ficar em casa, mas equipados com solas que poderão defender seus passos pelas ruas… Eles trazem todo
o conforto que a gente precisa! Com brilhos e pelúcia, você adiciona glamour a estes “baixinhos”! 
 
 
 
5) Bota nas alturas… 
Elas voltam para adornar e proteger suas pernas, e vão acima dos joelhos e com saltos mais baixos, o que cria um equilíbrio nos modelos e deixa o visual menos “Sex bomb”. 
Lisas ou estampadas, transmitem sensualidade e deixam você livre para combina-las de acordo com o seu estilo. 
 
Usadas com vestidos mídi e casacos mais volumosos, trazem um flair moderno e interessante. 
 
 
 
 
 
6) Western girls 
As western boots, também conhecidas como botas de cowboy, continuam nas paradas de sucesso das mulheres que não abrem mão de um estilo moderno e cheio de bossa. Metalizadas ou com desenhos, elas podem trazer um “up” para as produções no dia-a-dia.   Morre de vontade de usar uma? Experimente com looks monocromáticos! 
 
Quer dicas de como usar?
Corre lá para o meu insta!