O frio chegou e com ele uma vontade enorme de tomar sopa. Eu amo sopa de qualquer cor, tempero ou textura. Tomo no inverno ou no verão. Mas sei que sou exceção, então resolvi explicar para vocês como se preparar uma sopa deliciosa.

Havendo água até de pedra se pode fazer a sopa.

 

Diz a lenda que: “havendo água até de pedra se pode fazer a sopa”. Não duvido nada. Este prato nasceu quando o homem se deu conta que as carnes duras que caçavam ficavam mais macias e adquiriam melhor sabor quando eram cozinhadas em água e com ervas.

 
Por ser um prato fácil, acessível, de valor nutritivo e energético, os caldos e as sopas são a base da nutrição de vários países, apresentada como uma entrada e tendo como papel abrir o apetita para os pratos que se seguem, a sopa sempre é um ótimo alimento quando se quer impressionar num jantar ou simplesmente “tomar algo leve” antes de dormir.
 

Mas vocês conhecem a diferença de sopa, caldo e sopa creme?

 
Caldinho de feijão, caldinho de mocotó, caldinho de legumes. O que diferencia as sopas dos caldos é a consistência. Enquanto a primeira classe tem pedaços maiores de carnes e vegetais, por exemplo, o segundo é homogêneo e um tanto quanto ralo. Eles são muito utilizados como entrada nas refeições, como o missoshiro ou o de ervilha, pois são mais levinhos e preparam o estômago para os pratos que virão.
 

Os caldos também servem como base pra sopas, cremes, molhos e outras preparações, como minestrone e risotos. Isso, porque são sempre muito aromáticos, temperados com cebola, alho, ervas e vegetais e cozidos lentamente para apurar os sabores de todos os ingredientes.

Como dissemos, as sopas são aquelas que têm ingredientes em pedaços maiores. Há uma infinidade de combinações de alimentos que podem virar essa bela refeição.

 

Já a sopa-creme, tem aspecto bem lisinho e textura aveludada na boca. Geralmente, é feita com vegetais acrescidos de leite ou creme de leite, pra dar suavidade e cremosidade. Milho, palmito, cebola, couve-flor e outros itens são estrelas dessas preparações.

Os cremes podem ter alguns pedaços ou ser totalmente homogêneos. O que os diferencia das sopas é que sua base é mais espessa, pois o ingrediente principal é amassado ou batido no liquidificador.

Por isso vou ensinar duas receitas saborosas deste prato versátil e nutritivo.

Segue receitas para vocês testarem.

Caldo de Frango

Ingredientes

· 3 unidades de carcaça de frango

· 2 unidades de cebola picadas

· 3 unidades de cenoura cortadas em pedaços

· 2 unidades de alho-poró (só as folhas)

· 4 talos de salsão (ou aipo) com as folhas

· 2 xícaras (chá) de massa de tomate

· 10 grãos de pimenta-do-reino

· 3 folhas de louro

· 3 ramos de tomilho

· 6 ramos de salsa (ou salsinha)

· • sal a gosto

Modo de preparo

Coloque as carcaças de frango em uma assadeira. Espalhe por cima a cebola picada, a cenoura, o alho-poró e o salsão. Cubra com a massa de tomate e leve ao forno quente. Asse até que as cebolas fiquem caramelizadas, mexendo de vez em quando. Enquanto isso, faça um buquê garni: em um tecido fino, tipo gaze, coloque a pimenta, o louro, o tomilho e a salsinha. Amarre como uma trouxa e reserve. Retire a assadeira do forno e transfira todo o conteúdo para uma panela. Cubra com água fria, tempere com o sal e coloque o buquê garni. Cozinhe por 2 horas. Retire de vez em quando a espuma que se forma na superfície do caldo. Coe em uma peneira fina e, com uma colher, esprema os legumes. Deixe esfriar e leve à geladeira até a gordura solidificar na superfície. Despreze a gordura e o caldo está pronto para ser empregado.

 
 

Sopa de Beterraba

Ingredientes

· 5 beterraba

· 1 cebola média picada

· 3 xícaras (chá) de caldo de legumes

· 2 colheres (chá) de açúcar

· 2 colheres (sopa) de suco de limão

· 1 colher (sopa) de iogurte natural

· • sal a gosto

Modo de preparo

Descasque a beterraba, corte-a em pedaços e cozinhe em água e sal. Escorra e reserve. Numa panela, refogue a cebola num fio de azeite. Junte o caldo e a beterraba e cozinhe por 10 minutos. Adicione o açúcar e o limão. Leve para o liquidificador e bata. Devolva à panela, tempere com sal e aqueça. Decore com o iogurte.

Vanessa Ierizzo
Chef e amante do mundo

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *