Bonjour!

No meu último texto nós estávamos prestes a sair do confinamento e finalmente ele aconteceu!

Segunda feira dia 11 de maio foi o primeiro de desconfinamento oficial, até agora, na França e a vida retornou ao seu curso. E no texto de hoje eu vou contar como anda o estilo de vida Borgonhês nas duas semanas pós quarentena.

Na primeira semana tivemos muito frio e chuva todos os dias e poucas pessoas saíram às ruas. O trabalho à distância continua, muitas crianças não voltaram à escola, universidades continuam fechadas somente funcionando com aula on-line, o comércio voltou a abrir suas portas, mas sem muitos clientes, contudo os cabeleireiros estão com hora marcada até o fim do mês de maio.

Agora na segunda semana as pessoas estão mais seguras e saindo de casa para rever alguns amigos e tentar retomar alguns hábitos.

Agora na segunda semana as pessoas estão mais seguras e saindo de casa para rever alguns amigos e tentar retomar alguns hábitos.

O bom tempo ajudou. Com a temperatura em torno de 26 graus pela manhã e 12 graus à noite, as pessoas saem para aproveitarem o calor e o céu azul. Contudo, o hábito de fazer uma caminhada e depois parar num café foi adaptado. Como bares, cafés, restaurantes ainda não podem abrir as portas, as pessoas estão indo às praças públicas e sentando nos bancos e na grama em pequenos grupos de amigos e assim colocando a conversa em dia. O movimento nas lojas aumentou também. Lojas de cosméticos e perfumarias tinham filas, mas não porque tinha muita gente. A entrada era limitada a dois ou três clientes e o restante esperava do lado de fora. Os grupos são permitidos até 10 pessoas e o uso de máscaras nas ruas não é obrigatório. Mas caso alguma loja peça o uso ninguém reclama. A máscara é obrigatória em transportes públicos e em cabeleireiros. E o mais interessante é que aqui no interior as pessoas são mais simpáticas, então em alguns estabelecimentos há um segurança com o álcool em gel convidando as pessoas a higienizar as mãos. Mas convidando de verdade, com sorriso nos olhos. Eu achei engraçado!

Eu mesma já fiz 2 pic-nic em duas semanas e irei fazer outro perto de um lago. E a moda agora na Borgonha é ir até uma lago e jogar na água uma mangueira com um grande ímã na ponta e ao recuperar ver o que o ímã “pescou”. E olhem o que conseguimos em dois dias diferentes, só que no mesmo lago. Acho que ocorreu uma batalha por ali…

O consumo de álcool continua o mesmo, mas o de churrasco aumentou e muito. Desconfinar e ter sol até as 20 horas é um convite e tanto para celebrar com churrasco!

Com tanta liberdade depois de 60 dias encarcerados em casa e agora tendo um raio de 100 km para nos deslocarmos até junho, nós nos reinventamos com muitas atividades ao ar livre e visitando pequenas cidades ao longo desse raio sempre com uma cesta de pic-nic dentro do carro.

Eu sou a Juliana Lins Cruz moro na Borgonha, França que é a região que produz os melhores vinhos tintos e vinhos brancos do mundo. Sou dona da empresa e da marca Vem Pra Borgonha, onde eu coordeno, acompanho e promovo experiências eno-gastronômicas para brasileiros e anglofónos. Além de trabalhar em vinícola e ser consultora de vinhos para montar a sua adega particular.

Um abraço e fiquem com saúde,

Juliana.

www.vempraborgonha.com.br

Instagram @vempraborgonha

O ABUSO DE ÁLCOOL É PREJUDICIAL À SAÚDE.

#trendy #borgonha #vinho #vinhos #cheers #sante #frança #tintos #vinhobranco #carmerene #carbenet